eu de boba

eu de boba

Bem Vindo!!!!

Holá...a todos que já passaram por aqui, a todos q váo passar.



Holá...aos que nunca passaráo, aos que isso aqui pouco ou nada vai interessar...



Holá aos bisbilhoteiros, aos fofqueiros, aos encrequeiros, aos amantes, aos desamantes, aos amados e desamados, aos que cantam ao sol, aos que brindam a lua, aos que acreditam em Deus, aos q acreditam no Ser Superior, aos que ñ acreditam em nada além do que seus olhos vêem.



Holá...aos que conheceram a dor, o desamor, a cura, o amor, Holá...aos q me conhecem e aos q háo de conhecer (nem que seja só por aqui)



Holá...a nós, a todos nós, pq sorrir e dizer Bem vindo nunca é demais...eu digo tudo e ainda, te dou um abraço...seja bem vindo e bem vinda, entrem, sentem-se, tirem os sapatos, sentem-se confortavelmente e preparem-se!!!



A viagem aqui tem volta...mas certamente vc voltará mudado...isso prometo eu!!!

Luciana Santos.


terça-feira, 13 de abril de 2010

Saudades...

Ando sentindo uma saudade...danada...daquelas saudades coloridas...daquelas saudades cheirosas....uma saudade táo profunda que chega a doer..do tanto que é grande a saudade... saudade de tomar banho na oraia do francés, de comer carne de sol no Picuí, de tomar soverte na Balí...ou de ir ao shopping Barra, de ver o por do sol no farol....de rir com meu pai, de tirar onda da cara da Raquel...de rir com Ninha de dengar minha sobrinha Carol..de sair com o Fufo, de rir com a Oreia e o Lafa...a saudade é tanta que tenho saudade até de ter saudade...
é uma saudade de da parada cardiaca, de deixar um zonzo, saudades dos dias em que contava as horas para sair do trabalho e ir ao Pelô com Rita ou de sair com Aninha e Marcela e comer uma pizza no Dique...e depois nada...sentar no carro e rir até tarde...contando histórias da vida privada, que fica muy publíca quando se juntam algumas mulheres q se confiam....
assim que ñ sei...sinto saudade...e ao mesmo tempo ñ quero ir..quero ficar...e quero ir..e nesse limbo os dias váo passando e minha saudade está cadia mais perto de virar...comtemplaçáo a olhos nus....

Um comentário:

Fê Colcerniani Justo disse...

Nossa Lu, vc escreveu tudo de uma forma tão linda....me fez lembrar um trecho de Clarice
"Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida."